CONHECENDO UBERLÂNDIA

 
[ Home ] [ Matérias ] [ Notícias ] [ Fotos ] [ Vídeos ]
 
Fotos: Novembro e Dezembro de 2016
 
 
 
Av. Belarmino Cotta Pacheco, esquina com a Rua Franscisco Antônio de Oliveira no bairro Santa Mônica. Pela foto observa-se a grande extensão desta avenida com seus 3,790 Km, a qual tem seu início na Av. João Naves de Ávila e término na BR 050. O Sr. Belarmino Cotta Pacheco foi o pai do Sr. Raulino Cotta Pacheco e avô do ex Governador de Minas Gerais, Rondon Pacheco. Foto de 31/12/2016 por Hugo Cesar Amaral.
 
 
 
 
Av. João Naves de Ávila, na altura da esquina com a Rua Prata no Bairro Nossa Senhora Aparecida. À direita da foto está a unidade do SESC em Uberlândia. Foto de Hugo Cesar Amaral clicada no dia 29/12/2016.
 
 
 
 
A foto mostra a Av. João Naves de Ávila exatamente no ponto onde foi construído o viaduto sobre a Av. Rondon Pacheco. A foto foi clicada por Hugo Cesar Amaral da calçada do Center Shopping no dia 29/12/2016.
 
 
 
 
Aspecto da via principal do Campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia. No canto direito da foto vemos o bloco da Faculdade de Direito da UFU. Registro de Hugo Cesar Amaral realizado em 29/12/2016.
 
 
 
 
Retratamos nesta foto uma das estações de passageiros do corredor de ônibus da Av. João Naves de Ávila. Esta fica próximo a esquina com a Av. Cesário Alvim, no centro da cidade. Foto de 28/12/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Esta é a Av. Cesário Alvim quase esquina com a Travessa Joviano Rodrigues no Centro. Destaque para a frondosa árvore gameleira localizada em frente ao Cartório do 1º Ofício de Notas. Registro efetuado por Marco Oliveira em 28/12/2016.
 
 
 
 
Esta é a Av. João Naves de Ávila, esquina com a Av. Cesário Alvim no Centro de Uberlândia. O Sr. João Naves de Ávila nasceu em 18/08/1894 na cidade de Dores de Santa Juliana. Em 1909 se mudou com os pais para Uberabinha. Se casou em 1914 e teve 7 filhos. Por aqui o Sr. João foi açougueiro, proprietário de carros de bois, fazendeiro, comerciante de suínos e depois de bovinos. Em 1929 funda juntamente com o Sr. Nicomedes Alves dos Santos a Charqueada Omega. Na década de 1930 foi conselheiro municipal e por várias vezes Prefeito interino. Faleceu no dia 07/05/1970. (Fonte: Antônio Pereira). O clique é de Hugo Cesar Amaral efetuado em 27/12/2016.
 
 
 
 
Registro da esquina da Av. Cesário Crosara com Rua Ordália Carneiro de Oliveira, próximo a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Presidente Roosevelt. Foto de Marco Oliveira datada de 24/12/2016.
 
 
 
 
A foto mostra dois prédios residenciais localizados na Avenida Paraguai no bairro Presidente Roosevelt. A foto foi clicada por Marco Oliveira da Av. Cesário Crosara esquina com a Rua Júlio Borges Santana no dia 24/12/2016.
 
 
 
 
Visão da Av. Constelação, esquina com a Rua Paulo de Tarso no bairro Maravilha. Após a baixada (Córrego Buritizinho) temos o bairro Jardim Brasília à direita e o bairro Presidente Roosevelt à esquerda. Clique de Marco Oliveira em 24/12/2016.
 
 
 
 
Cruzamento da Avenida Rondon Pacheco com a Rua Paraná em frente ao 5º Batalhão de Bombeiros Militar. A foto mostra parcialmente o bairro Brasil. Registro efetuado por Rita Oliveira na tarde do dia 18/12/2016.
 
 
 
 
Nesta foto mostramos a Av. Afonso Pena, em frente ao portão do Terminal Central. A praça da foto é a Osvaldo Cruz, a praça do Fórum Abelardo Pena. Marco Oliveira bateu a foto no dia 17/12/2016 do alto do Viaduto Corina Junqueira Rezende, hoje utilizado como passarela de pedestres que dá acesso ao Pratic Shopping no Terminal Central.
 
 
 
 
Esta convidativa pista de caminhada fica no interior do Parque Gávea. O local foi reservado para ser o pulmão verde da zona sul de Uberlândia. Ao fundo, retratamos as primerias torres já edificadas nesta parte da cidade. Clique de Marco Oliveira em 11/12/2016.
 
 
 
 
Este é o cruzamento da Av. Raulino Cotta Pacheco com Rua Marquês Póvoa, quase chegando na Av. Getúlio Vargas. A Av. Raulino Cotta Pacheco divide os bairros Martins e Osvaldo Rezende. Raulino Cotta Pacheco foi avaliador judicial e comerciante em Uberlândia. Um dos filhos de Raulino foi o ex governador de Minas Gerais, Rondon Pacheco. Foto de 11/12/2016 de Marco Oliveira.
 
 
 
 
Cruzamento da Av. João Naves de Ávila com Av. Floriando Peixoto no centro da cidade. O edifício ao fundo, todo espelhado, é o Uberlândia 2000. Foto de 10/12/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Visão da Av. Cipriano Del Fávero do alto do Viaduto Edson Garcia Nunes. Ao fundo se percebe os altos edifícios existentes no centro da cidade. Fotografia de Marco Oliveira de 10/12/2016.
 
 
 
 
Esta aconchegante pracinha é a Coronel Carneiro, localizada no bairro Fundinho. No início do surgimento da cidade, o local era um espaço vazio denominado de Largo das Cavalhadas. Na década de 1920, depois de urbanizada e ajardinada, o local passou a ser chamado de Praça da Independência. E por último, puseram-na o nome de Praça Coronel Carneiro. O Coronel José Teófilo Carneiro foi um homem que contribuiu muito para o progresso do município, destancando-se principalmente por ser um dos responsáveis por ter feito com que a Cia Mogiana de Estradas de Ferro passasse a operar em Uberabinha e de ter contribuido para que a energia elétrica chegasse por aqui. O Coronel Carneiro nasceu em 1852 e faleceu em 1931, residindo a maior parte de sua vida em torno desta praça. Foto de 04/12/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Esta é a Av. Afrânio Rodrigues da Cunha no bairro Tabajaras, na descida para a ponte sobre o Rio Uberabinha. Foto de 04/12/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Este imóvel foi construído entre 1922 e 1923 para moradia do Sr. Eduardo Marquez, na época intendente municipal de Uberabinha. Em 1936 Dr. Laerte Vieira Gonçalves o adquire. Algum tempo depois ele abre no local uma casa de saúde e maternidade. Posteriormente, outros estabelecimentos de saúde funcionaram no imóvel, quando em 1960 o Governo do Estado adquire a casa e instala uma Delegacia de Polícia, a qual funcionou até o ano de 1970. Depois de um período sem utilização é a vez da Superintendência Regional da Fazenda Estadual ocupar o local até o ano de 1983. Em 1984 o Estado doou o imóvel para o município, que passou a abrigar a Casa da Cultura, um centro cultural para a realização de oficinas, projeções de filmes, dança, palestras e exposições. A Casa da Cultura está localizada na Praça Coronel Carneiro nº 89, bairro Fundinho. Foto de 04/12/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Retratamos nesta foto a Av. José Fonseca e Silva no bairro Jardim Patrícia, em frente as instalações da empresa BR Foods. Foto de 02/12/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Nesta foto vemos o processo de verticalização do bairro Marta Helena, próximo a avenida Monsenhor Eduardo. Foto de 27/11/2016, clicada por Marco Oliveira da Rua Quilombo dos Palmares quase esquina com Rua Osório José da Cunha.
 
 
 
 
Esta é a Capela da Paróquia de São Judas Tadeu. Está localizada na praça Lincoln, bairro Presidente Roosevelt. Foi inaugurada em 1955. O cruzeiro ao lado da igreja foi colocado pelos padres redentoristas de Aparecida do Norte em 1957. Em 1990 começaram as obras de uma nova igreja edificada ao lado desta capela. A nova igreja foi inaugurada somente em 28/10/1997. Foto de 27/11/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Esta é a Av. Ordália Carneiro de Oliveira no bairro Presidente Roosevelt. A foto foi clicada por Marco Oliveira em 27/11/2016 atrás da Paróquia São Judas Tadeu. O muro do lado direito da foto é o da Escola Guiomar de Freitas Costa (Polivalente).
 
 
 
 
Este é o Moinho Sete Irmãos. Empresa de moagem de trigo fundada em 23/12/1954. Está localizada na Rua Salvador, esquina com Av. Monsenhor Eduardo no bairro Nossa Senhora Aparecida. Foto clicada por Marco Oliveira em 20/11/2016.
 
 
 
 
Comecinho da Av. Monsenhor Eduardo esquina com a Rua Ituiutaba. Ao fundo se avista as imensas gameleiras da Praça Sérgio Pacheco. Foto de Marco Oliveira datada de 20/11/2016.
 
 
 
 
Início da Av. Brasil ao lado da Praça Sérgio Pacheco no centro da cidade. Do viaduto Edson Garcia Nunes para baixo a avenida é chamada de Cipriano Del Fávero. Foto de 20/11/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 

Esta é a fachada do que restou do estádio Juca Ribeiro, no cruzamento da Av. Floriano Peixoto com a Rua Cruzeiro dos Peixotos no centro da cidade. Pela foto nota-se ainda a existência dos postes de iluminação no alto das arquibancadas. A origem do ex estádio se remonta à época da fundação do Uberlândia Esporte Clube em 1922, na época Uberabinha Sport Club. O primeiro jogo oficial neste campo ocorreu em 01/07/1923 entre dois times da cidade. O placar foi Uberabinha S.C 1 x 1 Americano. Em 1935, o ex presidente do Uberlândia Esporte Clube, Tito Teixeira, inaugurou um setor coberto de arquibancadas, então construídas de madeira. Em 1938, o então presidente do clube, Antônio Luis Bastos, batizou o estádio de Juca Ribeiro. A partir de 1963, Renato de Freitas, na época presidente do clube, iniciou a construção das arquibancadas de cimento, tendo sido concluídas em 1964. Em 2010 o Uberlândia E.C alugou o imóvel para o Supermercado Bretas, quando então se deu a desativação do campo e a demolição de grande parte das arquibancadas. Jose Ribeiro dos Santos, o Juca Ribeiro, nasceu em 1900. Foi diretor esportivo da primeira diretoria do UEC em 1922 e ex técnico do time. Faleceu em 1987. Foto de Marco Oliveira em 20/11/2016.

 
 
 
 
Parte das instalações da Algar Agro, empresa uberlandense que atua na fabricação de óleo de soja. Está localizada na Av. José Andraus Gassani, no Distrito Industrial da cidade. Foto de Marco Oliveira clicada em 15/11/2016.
 
 
 
 
Este é um trecho da Av. José Andraus Gassani, nas imediações da Algar Agro, no Distrito Industrial de Uberlândia. Foto de Marco Oliveira clicada em 15/11/2016.
 
 
 
 
Trincheira da Av. Balaiadas sob a Av. Antônio Thomaz Ferreira de Rezende no bairro Marta Helena. Foto de Marco Oliveira datada de 15/11/2016.
 
 
 
 
Esta é a Av. Balaiadas no bairro Marta Helena. Nesta foto clicada do alto da trincheira, a câmera foi apontada sentido avenida Monsenhor Eduardo. Registro de Marco Oliveira em 15/11/2016.
 
 
 
 
Fachada do Estádio Municipal Parque do Sabiá. Tem capacidade para 56.450 espectadores. Foi construído na gestão do ex prefeito de Uberlândia Virgílio Galassi com inauguração em 27/05/1982 com o jogo Brasil 7 x 0 Irlanda. O estádio é o maior do interior do Brasil, segundo maior estádio do estado de Minas Gerais, o oitavo maior do Brasil e o 93° do mundo. Foto de Marco Oliveira em 12/11/2016.
 
 
 
 
Este é o prédio da Prefeitura de Uberlândia. Foi construído pelo ex prefeito Virgílio Galassi entre 1990 e 1993. O conjunto arquitetônico possui cerca de 26.000 m² de área construída implantado em terreno cuja área é de aproximadamente 38.000 m². Está localizado na Av. Anselmo Alves dos Santos, nº 600 no bairro Santa Mônica. Foto de 08/11/2016 por Hugo Cesar Amaral.
 
 
 
 
Esta rua se chama Doutor Manoel Tomás Teixeira de Souza.É a principal do bairro Tocantins, na zona Oeste da cidade. Registro efetuado por Rita Oliveira em 06/11/2016.
 
 
 
 
Registro da esquina da Av. João Pinheiro com Américo Salvador Tangari próximo ao Terminal Central e Praça Sérgio Pacheco no centro da cidade. A foto é de 04/11/2016 e foi clicada por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Registro da Av. Monsenhor Eduardo na altura do Viaduto Francisco Paulo dos Santos (o viaduto da Calu). Ao fundo alguns prédios se destacam, entre eles a torre UBT e o Moinho Sete Irmãos. Foto de Marco Oliveira datada de 04/11/2016.
 
 
 
 
Trecho urbano da BR 365 vista do alto do Viaduto Francisco Paulo dos Santos (o viaduto da Calu). Do lado direito fica o bairro Brasil e do lado esquerdo o bairro Marta Helena. Foto clicada em 04/11/2016 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Esta é a Estação de Tratamento de Água Renato de Freitas, conhecida como Sucupira. Está localizada na zona rural da cidade, na margem direita do Rio Uberabinha. Foi construída na gestão do Prefeito Renato de Freitas e sua inauguração é de 1970. Foto de Hugo Cesar Amaral datada de 01/11/2016.
 
 
 
 
Vista parcial do Glória, a maior invasão urbana do Triângulo Mineiro. Em 2012 famílias começaram a ocupação dessa área pertencente a Universidade Federal de Uberlândia localizada às margens da BR 050. Hoje, estima-se que há mais de 15.000 pessoas morando no local. Registro efetuado por Hugo Cesar Amaral em 01/11/2016.
 

 

mensagem@conhecendouberlandia.com.br

 

voltar