CONHECENDO UBERLÂNDIA

 
[ Home ] [ Matérias ] [ Notícias ] [ Fotos ] [ Vídeos ]
 
Fotos: Janeiro e Fevereiro de 2017
 
 
 
Registro da arborizada Av. Francisco Ribeiro quase esquina com a Rua José Carrijo no bairro Santa Mônica. Clique de Hugo Cesar Amaral em 25/02/2017.
 
 
 
 
Este imóvel localizado na Rua Vigário Dantos com Rua Marechal Deodoro no bairro Fundinho foi construído na década de 1920. Os primeiros proprietários foram o Sr. Francisco Moyulba e sua esposa. Tombado como Patrimônio Histórico Municipal pelo Decreto nº 9.183 de 02/06/2003. É denominado por Resiência Chacur, por ter pertencido por muitos anos a essa família. Registro efetuado por Marco Oliveira em 12/02/2017. Fonte: Sítio da Prefeitura Municipal de Uberlândia.
 
 
 
 
Vista do centro da cidade a partir da Praça Dr. Duarte no bairro Fundinho. No final do século XIX, neste local estavam as maiores casas comerciais de Uberabinha. O local funcionava também como um grande estacionamento para carros de bois. Foi chamado de Largo do Rosário, pois aqui foi edificada a primeira Igreja do Rosário. Posteriormente, a igreja foi demolida e construída onde hoje se situa a Praça Rui Barbosa. O nome desta praça, Dr. Duarte, foi colocada para homenagear o Dr. Duarte Pimentel de Ulhôa: Duarte Pimentel de Ulhôa, formou-se em Direito, e em 1892 foi nomeado Juiz da comarca de São Pedro de Uberabinha. Instalou a comarca e a ele coube a inauguração do forum e a organização de todos os serviços judiciais da época. Conhecido como o Doutor Duarte, permaneceu no cargo por 36 anos. Nasceu em Paracatu-MG em 15/04/1858 e faleceu em Uberlândia em 01/01/1928. Fotografia de Marco Oliveira de 12/02/2017. Fonte: Antônio Pereira, Jornal Correio de Uberlândia, edição de 21/02/2016.
 
 
 
 
Este imóvel foi construído pelo comerciante Antônio de Rezende Costa em 1897, realizando um sonho da mulher, Hydraulina Horbilon. O segundo morador foi o filho de Antônio de Rezende: o engenheiro Civil Luiz da Rocha e Silva. O prédio ainda foi sede da Faculdade de Ciências Econômicas e por fim da Escola Estadual Eneás de Oliveira Guimarães, em datas não precisas pelo resgate histórico. O imóvel localiza-se na Praça Dr. Duarte no bairro Fundinho. Fotografia de Marco Oliveira de 12/02/2017. Fonte: Jornal Correio de Uberlândia, edição de 13/09/2012.
 
 
 
 
Vista do prédio onde funciona atualmente o Fórum Abelardo Penna, também conhecido como Palácio da Justiça Rondon Pacheco. Sua construção começou no ano de 1972 sendo finalizada em 1977. Este prédio foi o terceiro a abrigar o fórum da Comarca de Uberlândia. A foto foi clicada por Marco Oliveira da Praça Prof. Jaci de Assis em 11/02/2017. Fonte: Sítio do TJMG.
 
 
 
Esta foto foi clicada da Praça Oswaldo Cruz e retrata um trecho da Rua Coronel Antônio Alves Pereira no centro de Uberlândia. O Sr. Antônio Alves Pereira nasceu em 23/11/1868. Em 1891 recebeu a patente de Coronel Fiscal do 32º Regimento de Cavalaria da Guarda Nacional. Foi vereador na primeira Câmara Municipal de Uberabinha instalada em 1892. Participou em 1917 da construção da estrada que ligaria Uberabinha a Nova Ponte. Fundou e dirigiu o jornal A Reação. Foi uma pessoa bastante atuante para o desenvolvimento do município. Faleceu em 17/11/1934. Fonte: Almanaque Uberlândia de Ontem e Sempre, edição nº 09. Foto de 09/02/2017 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
No passado, as casas do Jardim Umuarama não tinham muros frontais e imitavam o estilo das residencias americanas. Praticamente todas tinham pequenos "driveway" e eram decoradas por belos jardins. A foto de hoje retrata a mudança que o bairro sofreu em virtude do progresso, inclusive com o surgimento de altíssimos edifícios como o da foto, localizado na Rua Teresina. A foto é de Marco Oliveira e foi clicada em 08/02/2017 da esquina da Rua Acre com a Rua Teresina.
 
 
 
 
Aspecto da Av. Rondon Pacheco. A foto mostra o prédio do novo Fórum de Uberlândia, localizado ao lado do Ministério Público do Estado de Minas Gerais no bairro Tibery. Registro efetuado por Hugo Cesar Amaral em 07/02/2017.
 
 
 
 
Trecho da Av. Floriano Peixoto no bairro Brasil. O canteiro de coqueiros fica em frente a Loja Duas Rodas. A Av. Floriano Peixoto passa por diversos bairros de Uberlândia, possuindo cerca de 7 km de extensão. A numeração deste logradouro inicia-se na Praça Rui Barbosa no centro da cidade. A partir da Rua dos Pereiras a avenida entra no bairro Nossa Senhora Aparecida e segue até a Rua Curitiba, quando então começa o bairro Brasil. Após passar sob a BR 050 a avenida divide os bairros Umuarama e Custódio Pereira e segue até a ferrovia quando chega ao bairro Alto Umuarama. Após a Rua Otaviano P do Carmo chega-se ao bairro Granja Marileusa e finda na rotatória da empresa ACS Call Center. Clique de Marco Oliveira em 01/02/2017.
 
 
 
Em 1936 foi erguida neste local uma capela para devoção a Nossa Senhora Aparecida. Posteriormente, uma nova igreja foi construída no lugar da capela. Em 11/04/1945 foi criada a Paróquia de Nossa Senhora Aparecida. Após muitas reformas e ampliações, a igreja foi elevada a Santuário em 10/10/2004 por Dom José Alberto Moura. O Santuário fica na Praça Nossa Senhora Aparcida, nº 100 no Bairro Nossa Srª. Aparecida. Fotografia de 22/01/2017 por Marco Oliveira.
 
 
 
 

Em 1966 foi inaugurado neste imóvel o Cine Vera Cruz. Em 1993 recebe nova denominação, Teatro Grande Otelo. O teatro recebeu sua última apresentação em 2002, quando então foi fechado para reforma. O prédio localiza-se na Av. João Pinheiro, esquina com a Rua Monte Alegre, bairro Nossa Senhora Aparecida. Sebastião Bernardes de Souza Prata, o Grande Otelo, nasceu em Uberlândia em 19/10/1915. Foi ator, comediante, cantor e compositor. Grande artista de cassinos cariocas e do chamado teatro de revista, participou de diversos filmes e novelas. Faleceu em Paris em 26/11/1993. Fotografia de 22/01/2017 por Marco Oliveira.

 
 
 
 
Visão da Av. Afonso Pena no centro de Uberlândia e seu corredor de prédios. Registro efetuado por Marco Oliveira próximo a esquina com a Rua Goiás na tarde de domingo do dia 22/01/2017.
 
 
 
 
Esta é a Igreja do Rosário, o templo religioso mais antigo da sede do município de Uberlândia. As obras deste templo começaram em 1928 e sua inauguração se deu em 1931. Localiza-se na Praça Rui Barbosa no bairro Fundinho. Foto de 22/01/2017 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Aspecto da fonte da Praça Tubal Vilela, no coração de Uberlândia. Nos fins de tarde, quem passa por este local pode sentir o vento soprando mansamente as folhas das árvores, o cantarolar alegre dos passarinhos que competem com a música suave que emana por debaixo da fonte. A Praça Tubal Vilela é como Uberlândia, ora se mostra agitada, com as pessoas parecendo travar uma batalha contra o relógio; ora se acalma, assemelhando-se a uma pacata cidade do interior. O edifício mostrado na foto é o Hotel Presidente. Tubal Vilela da Silva nasceu em Santa Maria, atual Distrito de Miraporanga em 19/10/1901. Os pais de Tubal se mudaram para Uberabinha em 1908. Tubal Vilela foi comerciante e empreendedor imobiliário. Instalou o primeiro posto de gasolina de Uberlândia. Foi eleito vereador em 1936. Foi prefeito de Uberlândia de 1951 a 1954. Foi Deputado Estadual de 1955 a 1959. Faleceu no dia 26/11/1962. Fotografia de Marco Oliveira datada de 22/01/2017.
 
 
 
 
Vista da Praça Tubal Vilela, na esquina da Av. Afonso Pena com a Rua Duque de Caxias no centro de Uberlândia. No ano de 1898, o engenheiro da Mogiana, o inglês James John Mellor desenhou a planta da "Cidade Nova", na qual previa a abertura de seis novas avenidas entre a parte mais antiga da cidade e a estação mogiana. Na área mais central foi construído um jardim e lhe deram o nome de Praça da República. No ano de 1912, a Praça da República era utilizada como campo de futebol. Durante a administração do Sr. João Severiano Rodrigues da Cunha, a Praça da República recebeu um tratamento paisagístico: foram plantados bambus gigantes, e a praça passou a ser chamada pela população uberlandense de "Praça dos Bambus". Em 1937, houve uma troca no nome da praça: a Praça da República passou então a ser chamada de Praça Benedito Valadares em homenagem ao então governador de Minas Gerais. Mas essa mudança dura cerca de 20 anos somente. Em1958, a Praça tem seu nome alterado novamente, e passa a ser chamada de Praça Tubal Vilela, em homenagem ao ex-prefeito da cidade de Uberlândia. Fotografia de Marco Oliveira datada de 22/01/2017. Fonte histórica: Alysson Rodrigues.
 
 
 
 
A foto mostra a imponente Estátua da Liberdade da Loja Havan, próximo ao Viaduto Monteiro Lobato (Av. Floriano Peixoto sob a BR 050). Uberlândia foi a primeira cidade de Minas Gerais a receber uma loja da rede Havan. Foto de Marco Oliveira em 22/01/2017.
 
 
 
 
Vista do bairro Cruzeiro do Sul a partir da Av. Nossa Senhora do Carmo no Jardim América. Pela foto nota-se uma carreta passando na Av. Antônio Thomaz Ferreira de Rezende, o galpão vermelho da fábrica de bebidas Paratudo e o telhado da quadra da escola estadual do bairro. O Conjunto Habitacional Cruzeiro do Sul foi concluído e entregue a população nos primeiros meses de 1980. Fotografia de 21/01/2017 por Marco Oliveira.
 
 
 
  A foto é da Av. Elis Regina, no bairro Santa Rosa, antigo Residencial Liberdade, zona Norte de Uberlândia. Esta avenida margeia a área verde do Córrego do Lobo, onde foram plantadas inúmeras mangueiras. Foto de Marco Oliveira datada de 20/01/2017.  
 
 
 
Esta é a Rua José Nonato Ribeiro, em frente ao Edifício Eduardo Felice Jr. no bairro Cazeca. O bairro Cazeca é um bairro da região central de Uberlândia, delimitado pelas Av. João Naves de Ávila, Av. Rondon Pacheco e pela Rua Joaquim Cordeiro. A foto é de Hugo Cesar Amaral clicada em 17/01/2017.
 
 
 
 
Esta é a Rua Pedro Quirino da Silva no bairro Umuarama. A foto mostra a trincheira sob a BR 050. Após a travessia da mesma chega-se ao bairro Marta Helena. Foto de 14/01/2017 por Marco Oliveira.
 
 
 
 
Av. Antônio Thomaz Ferreira de Rezende. Foto clicada por Marco Oliveira em 13/01/2017 na entrada do Residencial Gramado, zona norte de Uberlândia.
 
 
 
  Registro da Av. Floriano Peixoto esquina com a Rua Caipônia no Centro da cidade. Clique de Hugo Cesar Amaral em 09/01/2017.  
 
 
 
Este é o Residencial Pequis, o mais novo conjunto residencial da cidade. São aproximadamente 3.200 casas. O Residencial Pequis está localizado na região sudoeste, próximo ao bairro Morada Nova. Atentamos para o fato de que será preciso proteger as nascentes do Rio das Pedras, já que seu entorno agora está urbanizado. Foto de Marco Oliveira datada de 01/01/2017.
 

 

mensagem@conhecendouberlandia.com.br

 

voltar